É essencial conhecer os tipos de caminhões e carretas existentes, principalmente para quem trabalha na área de logística, transportadora, ou como contratante do transporte.

Sendo assim, organizamos algumas informações, buscando dar uma ideia das diversas classificações existentes e contribuir com o aumento do conhecimento dos profissionais da área.

Caminhões e Carretas
Caminhões e Carretas levando e trazendo produtos pela estradas (Foto Divulgação)

Os caminhões são classificados de acordo com três características principais: quantidade e distância entre eixos e capacidade de carga.

⇒ Caminhões Volvo: Economia e eficiência rodam juntos

⇒ Conheça as características do caminhão Truck

Já os veículos usados no transporte rodoviário são classificados em caminhões e carretas.

Confira a diferenciação entre caminhões e carretas:

Caminhões

Caminhões são monoblocos, veículos fixos, constituído de uma única parte que inclui a cabine, com motor, e a unidade de carga (carroceria). Podem ter os mais variados tamanhos, ter 2 ou 3 eixos, com capacidade de carga (payload), que pode atingir cerca de 23 toneladas.

Com vários modelos, para diversos tipos de cargas, como por exemplo: os de carroceria aberta, plataforma, em forma de gaiola, tanque ou fechado (baú), e estes últimos, podem ser equipados com maquinários de refrigeração para transporte de cargas congeladas e refrigeradas.

Veículo Urbano de Carga (VUC)

É o caminhão leve, de menor porte, apropriado para áreas urbanas. Com a largura máxima de 2,2 metros, comprimento máximo de 6,3 metros e limite de emissão de poluentes. A capacidade de 3 toneladas.

Toco ou caminhão semi-pesado

Tem como característica o eixo simples na carroceria, ou seja, um eixo frontal e outro traseiro de rodagem simples. Com a capacidade é de até 6 toneladas.

É um veículo que possui carroceria menor que um caminhão trucado, possui apenas um eixo e suporta menos peso que o tipo truck.

Truck ou caminhão pesado

É o modelo que possui o eixo duplo na carroceria, ou seja, dois eixos de rodas juntos, com a função de carregar carga maior e com melhor desempenho do veículo. Um dos eixos traseiros recebe a força do motor. Sua capacidade é de 10 a 14 toneladas.

Carretas

As carretas, diferentemente dos caminhões simples, são veículos articulados, possuem uma unidade de tração e de carga localizadas em módulos separados.

Essas unidades são chamadas de cavalo mecânico (que abriga o motor, as rodas de tração e a cabine do motorista) e semi-reboque (módulo de carga), respectivamente.

As carretas também apresentam capacidades de carga diversas que, dependendo do número de eixos do cavalo mecânico (dois ou três), e do semi-reboque (dois ou três), variam até aproximadamente 30 toneladas.

Cavalo Mecânico ou caminhão extra-pesado

É formado pelo conjunto da cabine, motor e rodas de tração com eixo simples (apenas 2 rodas de tração). Pode ser engatado em vários tipos de carretas e semi-reboques, para o transporte.

Pode ser classificado em Carreta 2 eixos ou Carreta 3 eixos

Cavalo Mecânico Trucado ou LSC

Tem o mesmo conceito do cavalo mecânico, mas com o diferencial de ter eixo duplo em seu conjunto, para poder carregar mais peso. Com isso, o volume da carga do semi-reboque distribui-se por mais rodas, e a pressão exercida na estrada é menor.

Classificados em: Carreta Cavalo Trucado, Bitrem ou treminhão 

Rodotrem, Tritrem, Tetraminhão e Pentaminhão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui