Atualmente, ter um carro automático está se tornando uma opção para maioria das pessoas, uma vez que a cada dia os trânsitos estão cada vez mais caóticos, e a busca por conforto só aumenta.

No entanto, devido ter entrado em alta, muitas pessoas ainda têm bastante dificuldade em usar, não usando o câmbio da forma correta.

Carro automático
Você é apaixonado por carro automático? (Foto Divulgação)

 

Dessa forma, quando isso acontece, as chances de a transmissão vim a ter um problema rápido, são altas.

Portanto, nesse artigo, citaremos 5 coisas que você deve fazer em carro automático para conservar a transmissão.

  • 5 coisas que devem ser feitas em um carro automático

Acredite, por mais simples que pareçam, é necessário o seu uso do automático da maneira correta, para evitar maiores problemas.

Assim, confira a seguir algumas coisas que devem ser feitas para conservar a transmissão:

  • Antes de tudo, saiba se seu carro é automatizado ou automático

Poucas pessoas sabem, mas as diferenças entre um carro com câmbio automático e outro automatizado são grandes.

Dessa forma, antes de qualquer coisa, você precisa conhecer qual o tipo de transmissão que está presente no seu carro.

Primeiramente, a automática não possui embreagem, uma vez que todo o processo de troca é feito por um conversor de torque.

Por conseguinte, já a versão automatizada, possui uma embreagem, sendo o mesmo sistema da transmissão manual, onde a troca de marchas é feita por sistema.

Nesse sentido, uma das coisas que mais diferencia um do outro, é o tranco na troca de marcha, onde no automatizado, você consegue perceber as trocas, e sente um tranco como se fosse o aperto da embreagem para passar a marcha.

No entanto, os cuidados são parecidos, com os de um carro automático, onde infelizmente os automatizados tendem a dar mais defeitos.

  • Verifique quando você deve trocar o óleo do câmbio

Assim como as outras partes do motor, um carro automático também requer uma manutenção adequada na transmissão.

Desse modo, muitos modelos com câmbio automático requerem que você faça a troca regular do óleo.

Veja Também

⇒ As melhores opções de carros de luxo 2020 para quem busca bastante conforto

⇒ McLaren F1 GTR Longtail: Espetacular e sempre afrente dos seus rivais

Sendo assim, para garantir que seja feita a manutenção adequada, verifique no manual do seu modelo, a quilometragem correta para realizar a troca.

No entanto, alguns carros dispensam que seja troca o óleo do motor, mas é necessário que seja feito uma checagem dos fluídos a cada revisão.

Na maioria das vezes esse tipo de manutenção já está agendado nas revisões do veículo, mas é importante que você se mantenha atento.

  • Treine usar os dois pés nos dois pedais do seu carro automático

Uma das coisas mais diferentes, principalmente quando sai de um câmbio manual, para um carro automático, é a confusão nos pedais.

Dessa forma, no câmbio automático você geralmente deixa o pé esquerdo descansado e só usa o direito para acelerar e frear.

Mas, você sabia que é possível dar uma função para o seu pé direito, para que ele não fique parado todo o tempo.

Nesse sentido, você pode treinar dedicar o seu pé esquerdo exclusivamente para o freio, e o direito para o acelerador.

Entretanto, isso não é uma coisa que você deve fazer de repente, uma vez que pode causar acidentes, principalmente se você não tiver o costume.

Portanto, comece aos poucos, em baixíssimas velocidades acostumar o pé esquerdo com o freio, onde com o tempo ele vai se acostumando com a função.

Logo no início, devido o freio geralmente ser um pedal muito sensível, poderá ocorrer alguns trancos, até o pé acostumar com a sensibilidade.

  • Se acostume a estacionar o seu carro automático em morros

Um dos desafios mais promissores de quem está tendo a primeira experiência com câmbio automático, com certeza é estacionar o carro em morros.

Ou seja, será necessário um controle redobrado dos pedais e alavanca para garantir que o carro fique certinho.

Primeiramente, a primeira coisa que você deve fazer ao estacionar, seja na descida ou subida, é acionar o freio de mão, e depois o P.

Desse modo, quando isso é feito ao contrário, o câmbio pode chegar a travar no P, devido ao peso do carro.

Por conseguinte, na hora que você for sair da vaga, coloque o carro automático no D, e quando sentir saindo, solte o freio de mão.

Por fim, mas não menos importante, na hora de estacionar, procure usar apenas o pedal do freio, em descida, e nunca deixe de acelerar um pouco na subida, para não forçar o câmbio.

  • Esqueça o costume de colocar o seu carro automático no N em descidas

Um grande erro cometido por muitas pessoas, é achar que o funcionamento do automático, é muito parecido com o manual.

Dessa forma, uma prática muito comum em carros manuais, é colocar o carro no neutro (N) e deixar ele ir por conta própria.

No entanto, poucos sabem, mas essa prática em carros automáticos, pode estragar rapidamente o câmbio do veículo.

Nesse sentido, colocar o carro automático no N, poderá interromper o processo de lubrificação, sendo o certo deixar no D.

Além disso, o carro automático tem um freio motor mais forte, onde o câmbio no D, faz o carro ter um controle melhor da velocidade.

Assim, faz com que você economize as pastilhas de freio do seu carro.

  • Considerações finais

Fazer a coisas certas quando se tem um carro automático é essencial para garantir a boa saúde da transmissão e até mesmo do veículo.

Desse modo, são coisas simples, mas que fazem toda a diferença e deveria ser usado por todos os donos de automáticos.

Espero que tenha gostado.

Nos vemos em breve.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui