Conheça a história de Sheila Bellaver: a mulher que dirige caminhão rosa

Conheça a história de Sheila Bellaver: a mulher que dirige um caminhão rosa

Já imaginou estar no meio de uma estrada e ver um caminhão cor de rosa, totalmente equipado com cozinha, banheiro e até mesmo televisão? Bom, pode ocorrer de se deparar com um caminhão desse exato jeito, e caso queira saber, a dona desse belo veículo completo se chama Sheila Bellaver. Vamos conhecer um pouco mais sobre a sua história e quem ela é.

Ao volante do caminhão chamado “Sheila Transportes”, encontramos uma mulher forte e independente, também conhecida como Sheila Rosa Marchiori. Sheila trabalha como caminhoneira por esse Brasil a cerca de 11 anos, transportando verduras e frutas por várias e várias unidades federativas do Brasil, entre elas encontramos Minas Gerais e o Estado de São Paulo. Ao passar de um certo tempo, essa caminhoneira começou a compartilhar um pouco de seu trabalho e sua vida na internet, e chegou até mesmo a trabalhar com publicidade para algumas empresas. Na rede social chamada Instagram, Sheila tem em torno de mais de 2 milhões de seguidores, fazendo um verdadeiro sucesso nas redes sociais.

Mais de um trabalho

Já na plataforma digital, YouTube, Sheila por meio de vídeos, vai mostrando sua rotina como caminhoneira, onde chega passar até mesmo de 24 a 48 horas de relógio, dependendo assim de como está seu dia e suas entregas. A própria diz que começou a compartilhar seu dia a dia, pois tinha conhecimento que isso ia gerar uma fonte de renda para ela. Atualmente, Sheila conta que consegue tirar mais lucro de seu trabalho como influenciadora do que como uma motorista. Sheila costuma fazer publicidade para diversos produtos, e isso vai de peças de caminhão como rodas e pneus até roupas e acessórios.

Seu dia a dia

Sheila Bellaver

Sheila Bellaver a motorista do caminhão rosa

Sheila diz que por não ter uma cama confortável para seu descanso, boa parte da semana, ela preza por equipar seu caminhão para deixá-lo o mais confortável o possível. Ela conta: “Tudo que você possa imaginar poderá encontrar. Televisão, geladeira…” a caminhoneira fala com orgulho de seus bens adquiridos dentro do veículo.

Veja Também

⇒  Caminhão baú pequeno cresce no mercado dispensa CNH especial

⇒ Caminhão Volkswagen Meteor: um dos maiores do mundo

É verdade que o trabalho como motorista de caminhão não é nada fácil, e disso Sheila sabe muito bem. Horas de sono bem restritivas e um caminho repleto de paradas. Todo esse esforço vale para trazer o sustento de seus 4 filhos, o Vitor, Vinicius, Gabriely e Bernardo. Ela relata que dorme apenas depois de transportar os produtos e que depois de 11 ano de estrada, o seu corpo criou resistência em dormir apenas algumas horas. Com uma companheira fiel, sua filha Gabriely, diz ter a mesma vontade da mãe, trabalhar dirigindo caminhão estrada a fora, e com sua maior instrutora essa tarefa não será difícil.

Escolha da cor

Ter um caminhão rosa não é puro acaso, Sheila conta que escolheu essa cor por causa da sua trajetória. Ela nasceu e foi criada em uma cidade chamada Lagoa Vermelha, ela fica a alguns quilômetros de Porto Alegre e diz sempre ter tido o desejo de dirigir caminhões. Sheila conta que o fato d ter tido filhos bem cedo, acabou adiando seu grande sonho, por causa das responsabilidades que ela precisava desempenhar como mãe. Apesar disso, com seus 27 anos de idade, Sheila começou a dirigir veículos de grande porte.

Ela conta que o rosa representa um marco na sua vida, de uma mulher vencedora, que veio de um lugar humilde e apesar disso, hoje tem suas coisas. Ainda afirma que a escolha dessa cor é símbolo de uma mulher no mundo masculino. A caminhoneira relata a sensação de ter dirigido pela primeira vez na estada, isso aconteceu em 2010. Ela conta que na época, manteve as luzes ligadas vendo tudo o que tinha dento, essa um sentimento de realização, e ela percebeu que era totalmente possível estar em um caminhão bom e esportivo, ainda mais quando se vinha de uma família onde ninguém sabia dirigir. Sheila finaliza dizendo que esse dia nunca saiu de sua cabeça.

Felicidade no trabalho

Dirigindo a tantos anos, Sheila tem diversos amigos, isso se dá ao motivo dela passar em muitos lugares para abastecer e descansar um pouco. Ela conta que já viajou por cerca de 70% de todo o Brasil, por isso acaba conhecendo muitas pessoas que no final das contas, acaba virando sua família e amigos. Sheila relata que muitas pessoas a acolhem e cuidam dela, levando até mesmo refeições, ela brinca dizendo que recebe muitas regalias.

Mas como nem tudo são flores, a caminhoneira relata o acidente que ocorreu com ela em uma estrada em Caxias do Sul, bem na véspera do natal do ano de 2017. Sheila conta que nesse dia a estrada estava escorregadia e o veículo derrapou e acabou ficando pendurado em um viaduto. Ela conta ter ficado apavorada e até hoje a cena ainda é muito real em sua cabeça. Apesar de ter um lado negativo em sua história como motorista, Sheila se sente muito feliz em seu trabalho.

RELACIONADOS

Deixe seu comentário

© 2021 - Revista De Automóvel