História da Honda CG: confira tudo desse verdadeiro ícone nacional

Mesmo que você não tenha o modelo, já parou para pensar em toda a história da Honda CG?

Dessa forma, esse modelo que já está a um bom tempo no mercado, tem uma grande história do seu surgimento, até o que conhecemos hoje.

História da Honda CG

Saiba História da Honda CG (Fto Divulgação))

 

Assim, e conhecer todo esse processo pode ser bastante interessante, uma vez que estamos falando de um ícone nacional, dentro dos modelos mais vendidos no país.

Portanto, nesse artigo, citaremos toda a história da Honda CG, mostrando todo o processo até chegar no que conhecemos hoje.

Surgimento aqui no Brasil

Tudo se inicia em 1976, onde foi nesse ano que grandes mudanças realmente históricas começavam a surgir em todo mundo.

Desse modo, foi fundada grandes empresas como a Apple, a Bono Vox, que lá na frente se tornou U2, e dentre diversas outras.

Ou seja, realmente era um tempo em que as coisas estavam se tornando novas, ocorrendo também aqui no país.

Veja Também

⇒ Conheça a nova Hornet 2021 está muito mais bonita

⇒ Honda anuncia novas motos e scooter que chegam ao Brasil

Primeiramente, o mercado das motocicletas estava passando por uma mudança muito forte, uma vez que o país havia proibido a importação de motos.

Logo, sem importação, foi quando a Honda, viu um potencial crescimento no ramo de motocicletas por aqui.

Nesse sentido, começou inicialmente se instalando na cidade de Manaus (AM), onde começou a fabricar uma das primeiras motos nacionais, que era nada mais que a CG 125.

Por conseguinte, não demorou muito e a CG 125 se tornou um dos modelos mais vendidos do país, ultrapassando grandes nomes, como o VW Gol e Fusca.

Para você ter uma ideia, o sucesso foi tão grande, onde o jogador brasileiro Pelé, foi o primeiro garoto propaganda do modelo.

Portanto, para quem precisa importar a antiga CB 125, o modelo brasileiro reduzia muito o custo, sendo uma excelente opção.

Como eram os modelos na época?

Como você viu, a história da Honda CG é acompanhada por um surgimento muito forte para o mercado dos automóveis.

No entanto, é muito provável que você esteja com a seguinte dúvida: sim, mas como eram os modelos na época?

Primeiramente, você precisa saber que mesmo com todo esse crescimento, as motos ainda estavam evoluindo no mercado.

Dessa forma, para você ter uma ideia, o motor do modelo lançado no final de 1976 tinha comando de válvulas acionado por varetas no bloco e rendia 11 cv a 9.000 rpm, acompanhado de um câmbio simples de 4 marchas.

Por conseguinte, passando para suspensão, ela era do tipo telescópica, com molas externas, acompanhada de freios simples a tambor.

Lembrando que, pelo menos em 1976, as cores ofertadas eram básicas, saindo apenas azul e laranja.

Cores diferentes e versões só vieram a aparecer 2 anos depois do lançamento.

Além disso, se você foi dessa época, provavelmente irá lembrar que foi por volta desse período que surgiu a turina 125, que era o modelo luxuoso da família.

Assim, estamos deu modelo atualizado, vindo com um novo câmbio de 5 marchas, e freio a disco na roda dianteira, o que era um diferencial.

Sem contar, que o modelo já trazia os nacionalizados pneus Pirelli, painel VDO, tanque maior, novos adesivos, protetor de motor e bagageiro de série.

Ou seja, era de fato um modelo que se você viveu na época, certamente chegou a conhecer.

Lembrando que algumas alterações no cabeçote, deixaram o modelo ainda mais potente, aumentando 2,5cv (14cv a 10.000rpm).

História da Honda CG: surgimento do modelo a álcool e surgimento da famosa Today

Se você esteve presente na época, sabe que no início de 1980, o Governo Federal adaptou o álcool, devido aos altos preços da gasolina.

Ou seja, grande parte dos modelos que você teria, precisaria vir com combustão a álcool, devido ser mais barata.

Nesse sentido, para não ficar para trás, e continuar com o modelo, a Honda em 1981 trouxe a CG 125 álcool.

Assim, foi se passando os anos, até chegar a terceira geração da Honda CG, que era a famosa Today.

Chassi reforçado e balança novamente alongada, passando para 1.305 mm, o motor passou a ter varetas acionadas no cabeçote e a usar CDI.

Logo, tudo isso foi favorável a um modelo mais potente, voltando para 12,5cv a 9.000 rpm.

Em relação à estética, a mudança foi a tirada do conta giros no painel, e ficou com uma traseira relativamente maior.

Até hoje, talvez você mesmo seja um grande fã da Today, que foi um modelo que teve muito destaque.

Honda CG no século XXI

História da Honda CG

Conheça História da Honda CG (Foto Divulgação)

 

Vindo para mais próximo de você, no final de 1999, começo já do século XXI, surge a Titan, que até hoje ainda é fabricada.

No entanto, diferente do que você vê hoje, na época ela ainda possuía um modelo de lanterna quadrada, mas que era bem chamativa.

Além de receber partida elétrica e vim com freio a disco na dianteira nas versões topo de linha.

Em 2004, foi quando a história da Honda CG começa a se aproximar para o atual, uma vez que foi realizado uma mudança, vindo com arremates arredondados.

Além disso, foi nessa época que você pode notar o aparecimento de outros modelos, como a versão com 149,2cc, que rendia 14,2cv.

Atualmente, passando por diversas reestilizações, foram criadas as versões EX e S no topo da linha, e a Start na base.

Sem contar com design atualizado, e o novo motor 160cc, junto com sistema de freio com acionamento combinado CBS.

Considerações finais

Se você é um fã do modelo, conhecer essa longa história da Honda CG é algo bastante prazeroso.

O que você acha que aconteceram muitas mudanças?

Deixe seu comentário aí abaixo!

RELACIONADOS

Deixe seu comentário

© 2021 - Revista De Automóvel