Honda fabrica moto que não cai

Honda fabrica moto que não cai! A Honda customizada com a qual Harley nunca sonhou

O que você acha dos sistemas de assistência em motocicletas? Que tal essa última que a Honda construiu: uma moto que não vai cair!

O conceito já era apresentado pelos japoneses há muito tempo, depois foi aprimorado e agora surgiu o MN4 Vultus. O resultado foi uma alta tecnologia personalizada com a qual a Harley-Davidson nem podia sonhar.

Custom Honda: uma moto que não vai cair

A Honda desenvolveu o conceito de auto-estabilização para veículos de duas rodas. Um vídeo publicado pelo fabricante mostra as possibilidades impressionantes. A gigante japonesa trabalha com tecnologia que equilibra automaticamente uma motocicleta em todas as situações.

O Honda Riding Assist não é novidade, afinal, foi apresentado no Tokyo Motor Show em 2017 (vídeo abaixo). Mas pouco antes do final de 2021, a marca apresentou a versão 2.0 do Riding Assist. O fabricante não forneceu nenhuma informação adicional, mas a atualização difere significativamente da versão original.

Na versão 1.0 (vídeo acima) o sistema foi implementado em uma Honda NC 750, que possuía ângulo de direção variável no sentido longitudinal. Provavelmente um controle de giroscópio oculto que equilibra automaticamente a moto … Agora o Riding Assist 2.0 chega em um braço oscilante traseiro complexo que você vê no futurista Honda MN4 Vultus.

A roda traseira balança, mas não cai…

A construção completa do sistema permite que a roda traseira gire levemente, inclinada em relação ao eixo vertical central e por isso moto que não cai .

Este deslocamento axial compensa as influências do condutor. Assim a moto fica sempre em equilíbrio absoluto, nem bate! Mas infelizmente não é possível ver quais sensores o sistema está usando.

No vídeo, o piloto senta relaxado no banco sem que suas mãos ou pés entrem em contato com os controles ou o chão. A Honda permanece perfeitamente equilibrada em todas as situações de condução mostradas. O motorista pode até dirigir para trás. No entanto, apenas demonstrações de baixa velocidade serão mostradas.

O design do comando final da motocicleta permanece aberto, com uma construção de braço oscilante variável. Como resultado, é difícil imaginar que eixos de transmissão, correntes ou correias dentadas possam passar por lá… Então, se o sistema faz isso em motocicletas de produção, parece ser mais elétrico.

Se você olhar para o aplicativo no MN4 Vultus, o fabricante japonês parece dar asas à imaginação. Por que não um Honda customizado totalmente elétrico? Bom, se não cair, já temos um ponto positivo em relação ao peso das baterias, que será o desafio das motos do futuro. Continuamos curiosos e animados!

SOBRE O AUTOR
Yasmin Vitoria
Sou amante de carros e motos desde sempre, hoje compartilho conhecimentos com todos vocês. Adoro escrever sobre diversas coisas, mais hoje faço parte da equipe do site revista de Automóvel. Aqui nosso intuito tentar levar os melhores artigos sobre carro, caminhão e motocicletas.
RELACIONADOS

Deixe seu comentário

© 2022 - Revista De Automóvel