IPVA São Paulo: projeto prevê não aumento do imposto em 2022

Com a forte inflação que os brasileiros estão enfrentando e com a desvalorização do real, o que menos queremos é que o IPVA São Paulo fique mais caro em 2022.

Sim, o IPVA 2022 tem a tendência de ficar mais caro em muitas regiões do país.

Entretanto, há um projeto de lei que quer barrar esse aumento, especialmente na cidade de São Paulo.

Por fim, veja a seguir mais informações a respeito desse projeto:

IPVA São Paulo mais caro

O IPVA São Paulo ficará mais caro.

Isso porque o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores é calculado com base no preço que o veículo possuía na tabela Fipe no mês de setembro do ano anterior.

Então, o IPVA de 2022 terá como base o preço que o carro tinha em setembro deste ano.

Antes, a tendência era que, com o passar dos anos, ele ficasse mais barato, pois na teoria, a cada ano o veículo fica mais barato.

No entanto, o aquecimento dos seminovos, que foram a opção mais em conta dos brasileiros em 2020/2021, valorizou os veículos. Desse modo, ficaram mais caros.

Assim, diante desse, e muitos outros fatores, a tendência é que o IPVA fique ainda mais caro.

Como é feito o cálculo do IPVA São Paulo?

O IPVA tem uma alíquota de 4% em estados como São Paulo e Rio de Janeiro, e pode chegar em até 6% em outras regiões.

Desse modo, para ter uma noção de quanto pagará no IPVA 2022, basta consultar o preço que o veículo tinha no mês passado na tabela Fipe e calcular 4% do valor total do modelo.

Então, um veículo que tinha o preço de R$ 100 mil em setembro deste ano, terá um IPVA de R$ 4 mil em 2022.

Em 2022, a alíquota será a mesma de 2021, contudo, o aumento do preço dos veículos irá deixar o imposto mais caro.

Projeto de lei na ALESP pretende barrar aumento de IPVA São Paulo

No dia 15 de novembro foi protocolado na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, a ALESP o projeto de lei 603/21, de autoria do deputado Ricardo Mellão (Novo).

O projeto propõe que não seja feita a atualização da base de cálculo do IPVA para o próximo ano, a fim de evitar mais um aumento de imposto para os contribuintes de São Paulo.

Veja Também

⇒ Como dirigir pela primeira vez: 09 dicas importantes

⇒ Range Rover 2023: fotos oficiais novidades são expostas/saiba tudo

“Graças à inflação alta que tivemos este ano, parte dos veículos novos e usados tiveram alta nos seus valores, mas não a renda da população”.

Excepcionalmente, o que propomos é que o governo não faça esse reajuste, que pode ultrapassar 28% em 2022, que é um ano de recuperação, e para dar um fôlego para que o cidadão paulista possa se restabelecer economicamente”, afirma o deputado.

Considerações finais

Esperamos que o projeto de lei passe e que o IPVA São Paulo não fique ainda mais caro. Mas, qual a sua opinião sobre isso?

Nos vemos em breve.

Rate this post
SOBRE O AUTOR
Yasmin Vitoria
Sou amante de carros e motos desde sempre, hoje compartilho conhecimentos com todos vocês. Adoro escrever sobre diversas coisas, mais hoje faço parte da equipe do site revista de Automóvel. Aqui nosso intuito tentar levar os melhores artigos sobre carro, caminhão e motocicletas.
RELACIONADOS

Deixe seu comentário

© 2021 - Revista De Automóvel