Qual melhor seguros de moto para contratar? Devidos às condições de estrada, trânsito e segurança que estamos inseridos ter um seguro para um bem, tais como a moto, pode ser crucial.

Entretanto surgem muitas dúvidas acerca desse assunto. Por exemplo em relação a qual o melhor seguro para contratar, como unir custo-benefício, a real necessidade desse investimento dada a incerteza quanto a sua utilização.

seguros de moto
saiba tudo sobre seguros de moto (Foto Divulgação)

No mercado, atualmente, existem disponíveis inúmeras coberturas que fazem o valor se uma apólice sofrer variações, de acordo com a necessidade do condutor.

Então, como medida auxiliadora nesse processo, falaremos um pouco sobre as modalidades existentes de seguros para moto, seus pontos positivos e desvantagens, a necessidade de aquisição e como então chegar a escolha mais adequada e vantajosa.

Veja Também

⇒  Novos modelos Ducatis para 2021

⇒ Nova Honda CBR600RR 2021: muita classe e elegância

Várias pessoas se questionam se um seguro para moto é imprescindível ou não. Tais questionamentos são naturais, principalmente levando em conta questões financeiras. Mas, será que compensa o investimento? Falaremos sobre isso, mas antes disso vejamos como funciona um seguros de moto.

Como funciona o seguros para moto

O seguros para moto, assim como para carros possuem coberturas contra furto, roubo, colisão, incêndio, danos a terceiros, além de outras coberturas.

Entretanto nem todas as seguradoras oferecem a cobertura completa ou seguro total. Por quê? Acontece que acaba inexistindo compensação nesse caso, uma vez que o valor total do seguro pode acabar sendo maior que o da própria motocicleta.

Se você deseja uma cobertura completa, alguns exemplos de seguradoras que oferecem são a Porto seguro, Allianz e a Mapfre.

Para ter uma ideia de quanto custaria, é muito simples, basta realizar simulações junto a essas seguradoras para encontrar a opção ideal.

Ainda assim, pode-se contratar seguro apenas contra roubo e furto. Em caso de um orçamento mais estreito essa pode ser a melhor opção.

Assim como ocorre com o seguro de carro, um seguro de moto também sofrem variações de preço de acordo com os riscos em que o veículo será exposto.

Talvez você esteja se perguntando como esses riscos serão avaliados para se chegar a uma taxa. Nesse caso São usadas informações estatísticas que permitem uma identificação.

Por exemplo, faz-se uma relação entre alguns dados como modelos que possuem valor mais elevado para reparos, as regiões em que mais apresentam índice de assaltos, a faixa etária com maior incidência e envolvimento em acidentes, além de outros pontos semelhantes.

Para se chegar em um resultado satisfatório de análise são solicitados dados pessoais do condutor como, por exemplo, domicílio, histórico de sinistro que ele possui, faixa etária que está enquadrado e as regiões em que o condutor se desloca com a motocicleta principalmente a noite, onde os perigos e chances de problemas são ainda maiores.

Quanto custa um seguro para moto?

Conforme falamos acima, os valores de seguros de moto levará em consideração informações do veículo e que compõem o perfil do condutor.

Vamos mostrar abaixo um resultado de cotação feita para um perfil de um homem que tem 45 anos, estado civil casado, não possui filhos e utiliza sua moto para deslocamento até seu local de trabalho.

Com a moto Yamaha, de valor médio de R$9.350,00, em cotação de cobertura contra roubo e furto feita pela Suhai, o valor do seguro ficaria orçado em R$1.088,57.

seguros de moto
Saiba por que ter seguros de moto é importante. (Foto Divulgação)

Já para o tipo Harley Davidson custando R$43.000,00, uma cobertura do Bradesco para completa ficaria em R$1.643,82.

Quais são os tipos de seguro para moto?

De fato, há inúmeras coberturas para moto, entretanto, elas podem ser classificadas em 2 tipos de seguro: seguro compreensivo e não compreensivo.

Seguro compreensivo. Esse é o tipo de seguro que engloba mais coberturas. Em uma única apólice, por exemplo, é possível ter diversas contratações, tais como: colisão, roubo e furto, incêndio e algumas outras.

Se tratando da perda da moto, a cobertura é parcial. Por exemplo, se a taxa de perda for menor que 75% a seguradora não arcará com todos os custos de reparos envolvidos. O condutor ar arcará com determinada parte e a seguradora com outra.

Seguro não-compreensivo. Este tipo de seguro permite que você faça uma contratação específica. Você pode contratar somente uma cobertura de perda total, por exemplo. Em vista disso o custo deste tipo de seguro acaba sendo menor.

Não existe cobertura de perda parcial neste seguro. Ela se aplica em caso de dano total, quando a moto não é encontrado ou os danos superam 75%.

À medida que você realizar pesquisas e cotações verá exemplos de seguradoras que oferecem um tipo apenas de seguro. Então, entender todos os detalhes é essencial para decidir a melhor contratação.

Cotação de seguro

É possível fazer uma cotação online, mas ainda que você tenha preferência em fechar de forma presencial, a pesquisa pode ser interessante e necessária.

Existem algumas opções que permitem isso. Uma delas é o Seguro Auto, nele é possível não só realizar sua cotação como também ter acesso a matérias e conteúdos interessantes que lhe darão um entendimento mais aprofundado do assunto.

Algumas seguradoras de destaque são:

  • Allianz
  • HDI Seguros
  • Mapfre
  • SulAmérica

Uma outra opção de plataforma é a Minuto Seguros que também permite acesso a conteúdos relevantes.

Algumas seguradoras de destaque são:

  • Azul Seguros
  • Bradesco Seguros
  • Itaú
  • Sompo Seguros
  • Porto Seguro

Como escolher o melhor seguro?

seguro
Como escolher o melhor seguro?

Defina a cobertura. Depois de saber do que se trata os seguros compreensivo e não compreensivo é hora de escolher a opção mais adequada para você. É necessário conhecer exatamente os riscos que você está sujeito antes de concluir o processo.

Fique atento aos benefícios. Você notará que cada seguradora possui um benefício diferente, por isso, você deve identificar o mais útil para você.

Um benefício interessante e que pode ser de muita ajuda, por exemplo, é a assistência 24horas. Esse serviço inclui guincho para diversas situações de necessidade.

Observe o valor da franquia. No caso de um seguro que cobre perda parcial, caso veículo tenha uma perda menor que 75% de seu valor, incidirá uma franquia a ser paga, por isso é muito importante conhecer exatamente o valor da franquia de cada seguro para não ter surpresas indesejadas. Quanto maior a franquia menor será o valor do seguro.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui