Renaut Kwid E-tech: conheça o mais novo carro elétrico do Brasil

A Renault lançou a versão elétrica do Kwid, o Renaut Kwid E-tech. Agora, ele é o modelo elétrico mais barato do Brasil (R$ 142.990, pelo período de pré-venda até julho), atrás do JAC E-JS1, que sai pelo valor de R$ 164.900.

Ou seja, sim, o nosso mercado ganha dessa vez mais um carro com motorização elétrica, seguindo a tendencia já esperada desse mercado.

No entanto, será que o Kwid, hoje um dos carros mais baratos do Brasil, conseguiu trazer itens diferentes na sua versão elétrica? Será que só o motor é novo?

Por fim, para você entender melhor, a seguir citaremos tudo sobre o Renaut Kwid E-tech, e as principais novidades desse modelo.

Detalhes sobre Renaut Kwid E-tech

O Renaut Kwid E-tech começará a ser entregue em agosto, sendo lançado em três cores disponíveis: verde Noronha, exclusiva do modelo, branco Glacier Polar e prata Diamond.

Contudo, o trem de força agrega um motor de 65 cv de potência (48 kW), o qual está associado a uma bateria de 26,8 kWh.

Desse modo, o Renaut Kwid E-tech oferece uma autonomia de 265 km em ciclo misto e 298 km em ciclo urbano, de acordo com a norma SAE J1634 utilizada pelo Inmetro. Essa bateria possui uma garantia de 8 anos.

Além disso, outra tecnologia do elétrico é a frenagem regenerativa, o qual recupera a energia a cada vez que se deixa exercer pressão sobre o pedal do acelerador ao frear.

Sem contar que essa autonomia da bateria é otimizada através do modo de condução ECO acionado, por meio de um botão no console central.

A potência é limitada a 33 kW (em vez de 48kW), com velocidade máxima a 100 km/h e torna a frenagem regenerativa mais atuante.

Por fim, o Renaut Kwid E-tech possui o melhor índice de eficiência energética, de 0,44 MJ/km, entre todos os elétricos do Brasil, segundo o Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular do Inmetro (tabela publicada em 10 de fevereiro de 2022).

Recarga

A recarga é feita em uma tomada comum, em Wallbox de corrente alternada (AC) de 7 kW e em carregadores de corrente contínua (DC).

Portanto, para carregar de 15% a 80% da carga da bateria em DC são necessários 40 minutos, em um Wallbox de 7kW são 2h54 e em uma tomada doméstica de 220 volts são 8h57.

Segurança e tecnologia

O Renaut Kwid E-tech possui seis airbags, controle eletrônico de estabilidade (ESP) freios ABS com BAS (Braking Assist System), assistente de partida em rampa (HSA), câmera de ré, sensor de estacionamento traseiro, sistema multimídia Media Evolution (com tela de 7″) e direção elétrica.

Vantagens do Renaut Kwid E-tech

O novo Kwid roda 298 km com somente uma carga, com autonomia suficiente para não se preocupar em carregar mais de 1 vez na semana

Além disso, ele carrega na tomada de casa, basta somente uma tomada doméstica e pode ser carregado por um Wallbox ou em um posto de carregamento rápido.

A bateria chega em 80% durante uma noite com tomada de 220V, e apenas 56 minutos em postos de carga rápida DC.

Por fim, ele ainda possui a melhor eficiência energética por km rodado do mercado. O que representa mais economia por km rodado, sendo 8 vezes mais barato por carros à combustão.

Ou seja, para quem busca economia, e deseja entrar a fundo nos motores elétricos, esse carro podemos citar que é um bom começo!

Considerações finais

Enfim, esse foi o artigo sobre Renaut Kwid E-tech. Se interessou pelo novo veículo?

 

SOBRE O AUTOR
Yasmin Vitoria
Sou amante de carros e motos desde sempre, hoje compartilho conhecimentos com todos vocês. Adoro escrever sobre diversas coisas, mais hoje faço parte da equipe do site revista de Automóvel. Aqui nosso intuito tentar levar os melhores artigos sobre carro, caminhão e motocicletas.
RELACIONADOS

Deixe seu comentário

© 2022 - Revista De Automóvel