Shineray moto elétrica: Saiba tudo sobre esse novo conceito

Para você que não acreditou, sim, a Shineray moto elétrica é o novo modelo da marca.

Shineray moto elétrica

Nova Shineray moto elétrica

Dessa forma, já fazia algum tempo que a Shineray estava com um planejamento para veículos elétricos, o que quer dizer novos produtos e investimentos em lojas próprias.

Dessa forma, a marca acabou de desenvolver a sua primeira moto elétrica, a Shineray moto elétrica, que já está andando nas ruas, por meio de uma ação realizada em conjunto com a Solar Coca-Cola.

Assim, essa ação é um teste, no qual unidades da motocicleta vão equipar a frota de uma das maiores fabricantes de refrigerante do mundo.

Portanto, para você ficar por dentro, confira todas as principais novidades acerca da Shineray moto elétrica.

A moto elétrica Shineray em testes

Como já mencionado, a SHE 3000 é a primeira moto elétrica da Shineray. Então, o modelo já chegou às lojas, contudo, é um projeto ainda inicial.

Tal iniciativa foi uma ideia do plano de mobilidade sustentável da Solar, a qual planeja substituir cerca de 3 mil motos que são movidas a combustão por modelos de combustíveis alternativos pelos próximos seis anos.

Como se trata de um projeto piloto, A Shineray elétrica ainda não informou quantas unidades foram disponibilizadas até o momento.

Veja Também

⇒ Finalmente a Triumph revela nova moto Speed Triple 1200 RR

⇒ Shineray: vem com tudo na fabricação de motos elétricas

A SHE 3000 será testada pelas fabricantes de bebida Solar Coca-Cola, a qual quer trocar mais de 3 mil motos à combustão por modelos de combustíveis alternativos nos próximos anos.

As suas principais vantagens são o menor impacto ao meio ambiente e redução do custo operacional. Desse modo, a Solar pretende fazer uma economia de R$ 4 mil de cada moto. Esses valores são referentes ao consumo e manutenção das motocicletas.

A companhia, ao todo, calcula uma economia anual de R$ 1 milhão.

Shineray e Solar Coca Cola fazem parceria

Já que as elétricas dispensam o uso de combustível e possuem uma menor manutenção, a empresa prevê uma economia anual de R$ 4 mil para cada motocicleta.

Como é a nova moto elétrica da Shineray?

A primeira moto elétrica da Shineray é a SHE 3000. Ela possui um design tradicional de rua, como as motos à combustão, com linhas bem conservadoras. E, claro, é esse o modelo em testes na ação com a Solar.

As SHE 3000 da frota possuem a cor branca e recebem alguns acessórios, como o bagageiro reforçado. O seu motor elétrico de 72V com 3000W de potência, sendo capaz de levar o modelo aos 80 km/h (reais, cerca de 100 km/h no painel) de velocidade final.

A Shineray moto elétrica possui o modo de condução eco low e turbo speed. Assim como a função re.

O lançamento da moto Shineray

A primeira moto elétrica da Shineray já teve seu lançamento e preços divulgados. A sua bateria é de lítio, tem 72V e 50AH. Desse modo, promete avançar até 120 km de autonomia. O carregamento completo em tomadas convencionais leva cerca de 7 horas.

A ciclística promete ser de modelos à combustão.

Além disso, ela possui 1.950 mm de comprimento, 670 mm de largura, 1.400 de entre eixos e 1.140 mm de altura.

Dessa forma, é bem bastante similar a uma CG 160, por exemplo.

Detalhes da Shineray She 3000

A Shineray moto elétrica possui top speed de 80 km/h e autonomia para rodar até 120 km sem voltar à tomada.

A fim de comparação, a Honda é 1 cm mais alta e 8 cm mais longa. Contudo, a Shineray é muito mais leve.

Então, ela possui 80 kg contra 117 kg, ambos a seco.

Ou seja, a SHE tem 37 kg a menos do que uma CG e é 7 kg mais leve que a pequena Pop 110i.

Considerações finais

E você, o que achou da Shineray elétrica? Com toda certeza se trata de um novo conceito que tende a aparecer cada vez mais nos próximos anos.

Nos vemos em breve.

 

RELACIONADOS

Deixe seu comentário

© 2021 - Revista De Automóvel