Confira 7 dicas e cuidados para evitar o superaquecimento do seu carro

 

Motor ferveu? Certamente você acabou deixando de lado alguns cuidados essenciais para evitar o superaquecimento do seu carro.

Dessa forma, muitas pessoas acabam se desesperando quando isso acontece, até porque, facilmente pode estragar o motor.

Veja Também

⇒ 
Jeep Renegade pcd 2021: preço, ficha técnica e performance

⇒ CRLV digital: aprenda como imprimir os documentos do seu carro em 2021

superaquecimento do seu carro

Dicas para evitar superaquecimento do seu carro (Foto Divulgação)

https://www.doutorie.com.br/blog/wp-content/uploads/2016/08/dica-304.jpg

No entanto, você pode adorar o calor do verão, mas precisa ajudar seu carro a se refrescar quando as temperaturas sobem.

Logo, é necessário estar por dentro de algumas coisas, para evitar esse tipo de situação, e assim conservar o motor, que é coração de todo carro.

Portanto, nesse artigo, citaremos algumas dicas e cuidados que você deve ter, para evitar o superaquecimento do seu carro.

7 dicas e cuidados para evitar o superaquecimento do seu carro

Verifique o medidor de temperatura durante a condução

Durante a condução, muitas vezes nos esquecemos do nosso querido veículo, não observando os mostradores do carro.

Dessa forma, se você estiver dirigindo, verifique sempre o medidor de temperatura do veículo.

Assim, o ideal é que o ponteiro nunca ultrapasse a temperatura de 90ºC, uma vez que ao passar disso, pode resultar facilmente em um superaquecimento.

Então, se caso for ultrapassado essa marca, o ideal é você parar o veículo, desligar o motor, abrir o capo, e deixar esfriar por pelo menos 60 minutos.

Se após abaixar, ela voltar a subir novamente na condução, o ideal é para o veículo, e procurar um mecânico.

Querendo ou não, é justamente a maneira mais simples de evitar o superaquecimento do seu carro é manter um controle e não o deixar ultrapassar a temperatura normal.

Portanto, principalmente em longas distâncias, mantenha esse controle, e evite surpresas.

Desligue o A / C e ligue o aquecedor

Caso o seu carro esteja aquecendo uma das coisas que você pode fazer, é desligar o ar-condicionado, ligar o aquecedor e abrir as janelas.

Assim, embora possa parecer contraintuitivo, ligar o aquecedor pode, na verdade, tirar o calor do compartimento do motor.

Ou seja, tudo isso pode ajudar a resfriar o veículo, e assim evitar o superaquecimento do seu carro.

Lembrando que isso não vai resolver totalmente o problema, mas ajudará a diminuir mais rápido, e evitar um dano maior.

Verifique o líquido de arrefecimento

Isso deve se tornar um habito na sua vida, principalmente quando o seu carro já está rodando a um bom tempo.

Nesse sentido, você deve verificar regularmente o nível do líquido de arrefecimento do seu carro, e ver se não está baixo.

No entanto, o ideal é que você verifique esse líquido antes de sair com o carro, ainda com motor frio.

Logo, abrir o reservatório com motor quente, pode facilmente causar queimaduras, o que não é nada indicado.

Diversos mecânicos confirmam o baixo nível de arrefecimento é uma das razões mais comuns por trás do superaquecimento do seu veículo.

Assim, verificando sempre, principalmente quando for rodar longas distâncias, poderá evitar um superaquecimento e evitar um problema.

Verifique se não há vazamentos

Se os níveis de água / anticongelante estiverem constantemente baixos, há um vazamento em algum lugar do sistema de refrigeração.

Dessa forma, você pode completar, mas depois de um certo tempo, esse nível pode abaixar, e de repente gerar um superaquecimento no seu carro.

Ou seja, verifique em baixo do carro, e por cima do motor, se não há nenhum vazamento.

Além disso, se caso necessário, e queira garantir, você pode levar a um mecânico de sua confiança para se certificar se não está ocorrendo vazamentos.

Isso evitará que você seja surpreendido na sua condução, evitando maiores problemas na motorização do seu carro.

Fique de olho no termostato

Outro componente que você pode verificar, para evitar problemas é o termostato.

O termostato é responsável por regular o fluxo do líquido de arrefecimento no motor.

Ou seja, se você tiver um termostato com defeito, o sistema de refrigeração do seu carro pode não funcionar corretamente.

Então, não precisa verificar sempre que for sair, mas pelo menos a cada revisão, recomendamos você verifica o termostato do veículo.

Muitas das vezes, ele ajudará a lhe avisar e até mesmo evitar o superaquecimento do seu carro

Verifique se a correia de transmissão está desgastada / rasgada

Um componente, pouco levado em conta, mas importante, e que você deve verificar é a correia de transmissão.

Se a correia de transmissão quebrar, não há bomba de água, portanto, não ocorrendo a refrigeração apropriada.

Assim, um sinal que a correia estar com problema, é se o seu motor superaquecer rapidamente e quase todas às vezes que você o ligar.

Na maioria das vezes, os mecânicos indicam a troca dela em um curto período de tempo, uma vez que ela pode desgastar rápido.

Então, pelo menos a cada revisão, procure ficar atento a situação da correia de transmissão, par evitar o superaquecimento do seu carro.

Veja se não há danos na tampa do radiador isso pode causar superaquecimento no seu carro

Acredite, a tampinha que muitas pessoas acabam não dando importância, pode lhe promover um superaquecimento.

Até porque, se a tampa do radiador não estiver bem fechada ou com defeito, isso pode causar uma diferença na pressão no líquido do sistema.

Além disso, essa tampa, possui uma mola que pode enfraquecer com o tempo, o que requer a troca.

Evite maiores problemas no seu motor, realizando a troca dessa tampa, caso ela venha a apresentar defeitos.

Considerações finais

Viu como não é tão difícil evitar o superaquecimento do seu carro, e manter a boa saúde do motor?

Dessa forma, coloque em prática as dicas citadas, e veja como é possível evitar esse problema que pode estar lhe acompanhando.

Nos vemos em breve.

Fonte: Uol Carros

RELACIONADOS

Deixe seu comentário

© 2021 - Revista De Automóvel