Apesar das pessoas que tem deficiência física sofrerem há muito tempo com carros que não dão nenhuma acessibilidade e as mesmas serem obrigadas a gastar mais de 10 mil reais para adaptar o carro comprado, carros como o T-Cross Sense PCD são muito recentes.

T-Cross Sense PCD
Carros como o T-Cross Sense PCD são muito recentes.(Foto Divulgação)

Se você procurar, você provavelmente não achará tão fácil um carro que já sai de fábrica adaptado para pessoas que tem deficiência física, até porque de fato ess é um público pequeno para as montadoras, fazendo com que elas não venham produzir carros para se adequar a eles.

O fato é que esse carro já começou não muito bem na sua apresentação, todo mundo sabe que uma adaptação de um carro custa caro, mas a Volkswagen não deveria tirar itens de série para fazer as adaptações, talvez até cobrar mais caro no carro, mas não tirar itens de série, como a roda de liga leve que faz muita diferença na condução, principalmente se o motorista é um deficiente físico, que tem direito a seu conforto também, outra coisa que esse carro perdeu também foi a central multimídia da série.

Veja Também

⇒  Mercedes Classe S Saloon: um classe S mais caro e só

⇒ Lançamento Audi Q5 Sportback: carro elétrico chega em 2021

Se você for ver o preço do carro e comparar com outros SUVs, talvez até seja compreensível, porque é um preço não muito acima da média da concorrência, mas mesmo assim, isso não justifica a queda na qualidade do carro.

O T-Cross é um dos carros que entrou de fato na mente do brasileiro pelo seu preço um pouco acessível para um SUV e principalmente pela beleza e pelos itens de série que se encontram dentro dele, de fato a nova geração principalmente na versão PCD tem algumas diferenças da versão anterior, mas nada que se possa achar incrivelmente bom.

Uma pesquisa recente mostrou que o Volkswagen T-Cross superou em vendas o Onix que vinha desde 2015/2016 com sua hegemonia todos os meses (ou quase todos) em número de vendas, a perspectiva é que isso continue por um bom tempo.

Lembrando que o carro que superou o Onix no mês de julho desse ano, não é o 2021, mas sim a versão 2020.

Mesmo não sendo a versão 2021, isso mostra como esse carro é barato para o que ele apresenta, até porque o motivo não seria muito um preço acessível como é o caso do Onix, já que ele é muito mais caro que a versão 2021 (30 mil reais de diferença) e dependendo da versão chega até a ser 3 vezes mais caro que o Onix.

De qualquer forma, é importante que se destaque que a versão 2021 está mais barata, mas não tanto quanto se espera, já que a versão mais barata é a versão adaptada para PCDs, ainda assim ela merece muita atenção dos curiosos de plantão.

Especificações do carro T-Cross Sense PCD

T-Cross Sense PCD
T-Cross Sense PCD tem 6 airbags (Foto Divulgação)

Como já dito esse carro tem algumas diferenças da versão anterior e a principal novidade não é tão grande assim, mas a empresa tem como algo que vai revolucionar o mercado, que é a regulagem da altura dos fachos dos faróis.

O carro tem 6 airbags, além de um controle de estabilidade e também de tração, outra coisa que esse carro tem é um ar-condicionado com filtro de poeira e pólen, além disso esse carro tem assistência de partidas em rampas, bloqueio eletrônico do diferencial, direção elétrica, faróis de neblina, luzes de iluminação diurna, laternas traseiras com LED e muito mais.

Esse SUV tem até um preço razoável para um SUV, se comparado com outros de mesma categoria, ele é bem barato, mas como já destacado ele perdeu muito no conforto e é muito barato apenas na versão PCD, as outras versões continuam um pouco abaixo do preço de um carro da categoria, mas não tanto quanto a versão SUV.

O valor do carro sem acréscimo nenhum é de R$ 69.990, mas com os acréscimos que basicamente tornam esse carro ainda bem abaixo da média dos seus coirmãos se forem acrescentados todos os pacotes, esses pacotes na verdade que representam basicamente o que foi tirado da versão anterior para que essa versão PCD fique barata.

Os valores dos pacotes de acréscimo é bem salgado e a pessoa tem que repensar se de fato vale a pena gastar bem mais para ter eles.

O primeiro pacote é o tech, ele conta com a central multimídia que foi retirada do carro PCD, câmera de ré e um “T-Cross” escrito na lateral do carro, esse pacote custa 5573 reais.

Outro pacote é o essential, que conta com a soleira de alumínio que foi retirada da versão anterior, sensor de estacionamento (quase todo SUV tem sensor de estacionamento, esse você tem que pagar a mais para ter e vale a pena ressaltar que estamos falando de PCDs, que teoricamente teriam mais dificuldade ainda em estacionar), tampão de porta-malas e jogo de tapetes, tudo isso por 1754 reais a mais.

Por fim o pacote style, esse pacote conta com as rodas liga leve de 16 polegadas, parafuso antifurto, e capas dos parafusos das rodas, esse pacote tem o valor de 4050 reais.

T-Cross Sense
Parte dentro do T-Cross Sense (Foto Divulgação)

Além de tudo isso a VW também dá uma garantia maior ao carro de 2 anos por 1899 a mais.

Outra coisa que muitas pessoas que encomendam os carros adaptados para PCD se preocupam muito é o tempo de entrega.

Segundo a própria Volkswagen o T-Cross Sense PCD pode entregar esse carro em até mais de 90 dias após o pedido na concessionária.

Para finalizar esse artigo, uma crítica muito grande a esse carro, é o fato de que a VW já tinha anunciado esse carro no modelo comum, mas voltou atrás. O fato é que todo mundo lembrou o preço e a diferença de preço assusta.

O carro aumentou 13 mil reais em seu valor por ter uma adaptação PCD.

Ninguém duvida que é difícil montar um carro adaptado, mas será que 13 mil a mais não é um exagero? Veremos…

Fonte: Revista Auto Esporte Globo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui