O novo JAC iEV1200T – com peso bruto total de 7,5 toneladas, autonomia de 200km e preço em torno de 349.000 reais – é o primeiro caminhão totalmente elétrico para operações de caráter urbano a chegar no país.

 JAC iEV1200T
JAC iEV1200T caminhão elétrico (Foto Divulgação)

O iEV1200T é o primeiro caminhão 100% elétrico com foco em operações como coleta e distribuição de mercadorias e acaba de ser lançado no Brasil pela JAC Motors. O caminhão possui um valor sugerido pela JAC de R$ 349,000 e tem um peso bruto total de 7,5 toneladas.

A representante brasileira da marca nos conta que o veículo possui até 250 km de autonomia ao rodar com 2t de carga líquida e que em casos de cargas com 4t, também em forma líquida, o modelo consegue percorrer até 180 km entre as recargas de bateria.

O eT8, da BYD, já era uma opção equivalente disponível para venda no Brasil, contudo, o modelo tem foco em coleta de resíduos, diferente da ideia por trás do JAC, e seu PTB é de 21 t, também bastante diferente.

Foram realizados testes no início do ano com embarcadores que obtiveram bons resultados operacionais e segundo a própria marca, a venda de 100 unidades do JAC iEV1200T já foram negociadas.

Algumas grandes marcas como a PepsiCo Foods, Natura, Magazine Luiza e empresas do ramo elétrico como a CPFL fizeram parte dessas negociações e estão aguardando as primeiras unidades que serão disponibilizadas a partir desse mês.

Veja Também

⇒  Chevrolet S10 2021: novas alterações importantes na picape média da GM

⇒ Fiat Strada Opening Edition: versão de colecionador por quase R$ 100mil

Segundo Sergio Habib, presidente do Grupo SHC e da JAC Motors Brasil, todas essas marcas possuem programas para reduzir ao máximo a emissão de poluentes, ao qual o JAC se enquadra perfeitamente. “Grande parte dessas empresas conta com o apoio de suas matrizes”, nos conta o empresário.

“Também há empresas brasileiras, como Natura e Magazineluiza, que estão comprometidas com questões ambientais e querem desenvolver uma logística mais sustentável”, diz ele, e explica que as frotas das filiais provavelmente também serão compostas por caminhões movidos a eletricidade.

Uma das empresas que também procuram seguir diretrizes sustentáveis é a PepsiCo Foods. A filial brasileira, recentemente, passou a rodar em suas operações rodoviárias com 18 caminhões da Scania no modelo à gás. E a partir de agora, para realizar a distribuição de mercadorias na área urbana, a empresa comprou um total de 10 unidades do JAC iEV1200T.

Com meta baseada em parâmetros globais, a PepsiCo almeja conseguir reduzir em 20% as taxas de emissão de poluentes até o ano de 2030. A operação da Pepsi no país é a sexta maior do mundo inteiro, possuindo 1.900 rotas. Eduardo Sacchi, diretor-sênior de Supply Chain da PepsiCo BR, nos conta o seguinte: “Fomos uma das primeiras empresas do setor a testar os veículos elétricos para o segmento urbano”.

E ainda acrescenta: “Isso demonstra nossa preocupação em liderar a transição para uma alternativa de transporte cada vez mais sustentável”, revelando as intenções por detrás da marca.

De acordo com Sacchi, a solução foi incorporar, no mês de março, os caminhões de modelo elétrico da JAC em frotas já operantes no ramo de snacks, por exemplo, e em comércios varejistas de pequeno e médio porte.

Custo Operacional Reduzido

 JAC iEV1200T
Caminhão JAC iEV1200T 100% sem poluente (Foto Divulgação)

Segundo dados cedidos pela JAC Motors, o custo operacional do iEV1200T, com capacidade de gerar 177 cv de potência, tem até seis vezes mais eficiência em relação a modelos equivalentes com motor a combustão. Seu console foi simplificado possuindo apenas duas alavancas: drive (dirigir) e marcha ré.

Alimentado por um combo de baterias a 97 kwh, o motor elétrico se torna bastante econômico em termos de manutenção pois não possui componentes como embreagem, caixa de câmbio, filtros de ar e combustível e fluidos como óleo, água de radiador e etc.

Com 122,4 mkgf disponíveis de modo instantâneo, o JAC iEV1200T ganha destaque. É um tipo de torque equivalente aos existentes em modelos de 24 t com motor a combustão. Segundo informações dadas pela marca, a aceleração de 0 a 50km/h é realizada em até 9 segundos.

Um futuro para o transporte 100% elétrico

 JAC iEV1200T
Parte dentro (Foto Divulgação)

De acordo com dados especializados da JAC Motors, um caminhão movido a diesel emite 500g de CO2 por km consumido. Para percorrer 40 mil km, são 20 t de CO2. Seguindo essa matemática, em 30 anos cada modelo convencional irá despejar 600 t de CO2 no planeta.

“No mesmo período de tempo, o modelo JAC iEV1200T emitirá zero”, diz Sergio Habib. “Por isso, autoridades de metrópoles como Londres, Paris, Berlim, Estocolmo, Beijing e Shangai têm anunciado severas restrições à circulação de caminhões a diesel. Isso acabará acontecendo também nas grandes cidades brasileiras.”

Com um dispositivo original de nome i-Pedal, muito parecido com um dínamo, o novo caminhão da JAC possui sistema que ajuda a regenerar a potência de frenagem. Ao remover o pé do acelerador em uma descida, por exemplo, o motorista logo pode perceber que o motor deixará de consumir e passará a gerar eletricidade. Essa energia disponibilizada é armazenada imediatamente nas baterias do caminhão.

Com um custo baixíssimo de pouco mais de 53,00 reais para rodar em torno de 200 km, o iEV1200T é super econômico. Essa é uma soma baseada no preço médio de 0,55 centavos por kwh. Agora vamos comparar: um caminhão equivalente, munido de um motor tradicional, necessita de 66,7 litros de combustível (se diesel, quase 250,00 reais) para conseguir percorrer o mesmo trajeto.

E quanto ao carregamento das baterias?

De acordo com as informações da empresa, um caminhão urbano roda em média menos de 100 km diários. As baterias levam em torno de 11 horas junto com o sistema wallbox de 7.4 KW para se recarregarem de 20% a 100%.

Há a opção de carregamento rápido de até 40 kWh, que consegue a mesma carga no período de tempo de 2 horas, que pode ser a melhor escolha para frotistas.

O próprio Habib nos afirma que as baterias tem em torno de 800.000 km de durabilidade. Ele diz: “Para garantir uma vida útil mais alongada, a única recomendação é não permitir que a carga da bateria chegue a zero”.

JAC iEV1200T possui equipamentos de última linha

Ampla o suficiente para levar um motorista e mais dois assistentes, a cabine do JAC possui dois grandes mostradores analógicos em seu quadro de instrumentos que mostram a velocidade e consumo do motor. Também, há mostradores que medem além do hodômetro, a temperatura das baterias e o que ainda sobra de carga.

A tela de 10,25 polegadas pertencente ao console principal é um dos itens de série do novo modelo. Além de projetar as imagens que são captadas pela câmera traseira do caminhão, é possível parear um smartphone ao sistema que também tem direção com assistência elétrica. À direita do console estão posicionados os controles do ar refrigerado.

O JAC também vem com um sistema de segurança para assegurar que não ocorram acidentes com pedestres, uma vez que o motor é muito silencioso. Com o nome de VPS, o dispositivo original da marca emite alertas espaçados ao rodar em 25 km/h.

Uma nova linha de veículos eletrificados

A JAC Motors foi ousada e não tem apenas o JAC iEV1200T como lançamento totalmente elétrico, mas também os hatches iEV20, iEV40, a picape iEV330P e o SUV iEV60 que já possuem uma avaliação completa do Jornal do Carro.

A marca chinesa, que não é a única a trazer lançamentos dentro do segmento elétrico, diz que será lançado em 2021, no Brasil, uma versão do caminhão com PTB de 10t. Um e-Delivery com PBT de 13 t também está com data marcada para seu lançamento pela Volkswagen Caminhões e Ônibus, no primeiro semestre do próximo ano.

Fonte: Estradão

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui