Yamaha Fazer 150 continua uma boa pedida para 2021

A Yamaha Fazer 150 foi a primeira motocicleta de 150 cilindros comercializada pela cerzidura do diapasão no Brasil. Lançada em 2013, a diretriz veio brigar com a consagrada Honda CG 150 Titan e como mais uma opção da Yamaha na virgula, já que ária tinha o Fator 125 como emissário do estrato.

O visual da Fazer 150 é inspirado na religiosa mais velha, a Fazer 250, com as carenagens dos tanques mais volumosas que as do Factor 125, rodas federativas, tecido com bordas analógicas e gráficos que evocam esportividade.

Yamaha Fazer 150 ideal para dia dia

Yamaha Fazer 150

Yamaha Fazer 150 2021 (Foto Divulgação)

A Fazer 150 se encaixou na tradução ED, mais despojada e sem camelo cardinal, e a SED, mais complicada, com lentes monóculo puja, camelo básico e amortecedores traseiros com molas pintados de maneira cortante. O padrão de portas passou a ser o Fator 125, uma versão com a quantidade mais aparente possível, com rodas raiadas e atabal tarascada na capa do boletim.

O motor da Fazer 150 era inédito, um monocilíndrico refrigerado a ar, com 149,3 cm³, acionado por seringa eletrônica Flex, entregando 12,4 cv a 7.500 rpm e 1.295 kgf.M de torque a 5.500 rpm movido a C2H5OH, e 12,2 CV e 1.285 kgf .M, vigoroso com gasolina.

Os números são bem parecidos com os do Fator 125 e seus 10,2 cv e 1,13 kgf.M, porém a Fazer proporciona uma viagem mais suave e confortável, com um famoso diferencial de garra quando você encara as estradas, ultrapassa ou recua nos semáforos . . Tem aquele pouco mais de que também precisamos para as jogadas mais ousadas.

Bem montada, a totalidade recente conseguiu seduzir um nervo máximo com bons números de consumo. Em nosso endosso, as médias ficaram acima de 35 km / litro com gasolina, com aceleração traseira de 119 km / h reais na rua, chegando a 136 km / h no painel digital, quando entra o corte do limitador de aceleração.

Veja Também

⇒ Kawasaki: motos que superam suas expectativa

⇒ Honda Motos: mais que uma moto, uma parceria

A cara de princípios é consumida, com bom antagonismo e um grande contágio relacionado, tinha uma altura de acabamento muito diferente da crônica que equipava o CG rival – o mesmo pode ser dito de outros componentes plásticos, como as carenagens do tanque.

Os ascendentes de 150 cilindros da Yamaha ganharam freios combinados em 2016. Na prática, o UBS do Sistema de Freio Unificado funciona da mesma maneira que o “chop-drink” da Honda e outros sistemas combinados, ativando a seção de pneus avançada. pedal. Assim, a frenagem torna-se mais valiosa e corrige o erro de digitação de domar apenas com a roda traseira, familiarização comum principalmente por motoristas não experientes.

Atualmente, o Fazer é oferecido em uma única versão, que substitui o ESD mais equipado. Sua versão simplificada é vendida como Fator 150, mantendo o nome Fazer com seu máximo requinte. Normalmente são basicamente a mesma motocicleta, compartilhando quadro, motor, freios e também rodas, mantendo as diferenças por elementos como acabamentos, painel, selim e guidão, por amostra.

O modelo de aro continua sendo o Factor 125i UBS, com cânula eletrônica e pneus combinados. Os preços são R $ 10.990 para o Fator 125i UBS, R $ 11.690 para o Fator 150 ED UBS e R $ 12.690 para a Fazer 150 UBS.

Os principais pontos positivos da Yamaha Fazer 150 UBS são a virgindade do sustento e a atenção para usar dois combustíveis, com um grande cofrinho e lucro. Além disso, difere de vários concorrentes no estrato com a melhor altura retalhada. Também anseio por pontos em abundância, graças à harmonia final entre suspensões, lado inferior e uma ergonomia muito dedutiva.

A Fazer 150 UBS é uma ótima alternativa entre as ruas da farmácia nacional, com boa altitude de abastecimento, robustez, redução e garantia da joelheira japonesa no Brasil, o que a torna uma das melhores opções entre as motocicletas de 150 cilindros, principalmente para quem procura um acionista ajustado para o dia a dia, e que admita qualquer memorial sem reclamações.

Fonte: Motocicleta Online

SOBRE O AUTOR
Yasmin Vitoria
Sou amante de carros e motos desde sempre, hoje compartilho conhecimentos com todos vocês. Adoro escrever sobre diversas coisas, mais hoje faço parte da equipe do site revista de Automóvel. Aqui nosso intuito tentar levar os melhores artigos sobre carro, caminhão e motocicletas.
RELACIONADOS

Deixe seu comentário

© 2022 - Revista De Automóvel